domingo, 11 de setembro de 2011

XI Congreso Internacional Galego-Portugués de Psicopedagoxía



PSICOLOGIA ANALÍTICA E FILOSOFIA DA NATUREZA NA INTERVENÇÃO PSICOEDUCATIVA PARA A ECOLOGIA HUMANA

Aula 1/4 Giancarlo de Aguiar

Para esta comunicação teremos como base a teoria de Carl Gustav Jung, através das categorias das funções psíquicas; o pensar, a sensação-percepção, o sentir e a intuição, correspondentes aos elementos da natureza; ar, terra, água e fogo como metodologia e recursos simbólicos para a integração da personalidade. Esta integração envolve a categoria Das Ich (o eu), no seu estado da psique Bewβte (consciente) para processo de autoconhecimento, que depende do Unbewuβte (inconsciente).

Veremos como ocorre a re-estruturação da personalidade através da utilização de símbolos (imagens e recursos psicoeducativos) do imaginário e também do ambiente, com o intuito de melhorar o desempenho da aprendizagem através do despertar de padrões primordiais, os arquétipos, para o encontro do centro do Ser, Selbst (si-mesmo).

O objectivo será apresentar a teoria e a prática do processo lúdico e onírico que se realiza através de recursos artísticos e de ritos expressivos, em trabalhos desenvolvidos com intervenção psicoeducativa na evidência da motivação para o autoconhecimento, pela busca de aprender a ser e viver seus estados emocionais, assim entramos na problemática filosófica da realização do si-mesmo, Selbstverwirklichung

terça-feira, 12 de abril de 2011

II Encontro Internacional Saúde Com Arte

II Encontro Internacional Saúde com Arte

PROGRAMA

14 - Quinta-Feira
10:00 – Acolhimento aos participantes

10:30 – Abertura – Presidente da Direcção SAMP, Nuno Martinho, e Presidente do Conselho de Administração do Hospital de Santo André, Hélder Roque.

11:00 – Diana Greenman – The Power of Live Music

12:00 – Pausa

12:15 – Giancarlo de Aguiar – Saúde Humana e o Simbólico na Arte da Psicologia

13:30 – Pausa para almoço
15:00 – Joana Pinto e Felisbela Belchior – “Amar os Sons” Um projecto na unidade especializada de apoio à multideficiência do Agrupamento Dr. Correia Mateus.

16:00 – Manuel Carreira - Estudo no Serviço de Psiquiatria do Hospital de Santo André

16:30 - Pausa

16:45 – Francisco Borro – De la Musicoterapia a la Educacion Musical

17:45 – Helena Lima/Wagner Dinis - Orquestra Geração: Uma Orquestra na Escola

18:15 – Debate
19:00 – Jantar

21:00 – SONS CIRÚRGICOS: Concerto/Performance no Hospital de Santo André

15 – Sexta-feira

10:00 – Everton Dalmann - Expressão Musical como instrumento de Ensino/Aprendizagem, Promoção e Educação para a Saúde e Desenvolvimento de Competências

11:00 – Raquel Gomes e Helena Brites – Saúde com Arte SAMP – Um projecto para toda a comunidade

11:45 – Pausa

12:00 – Francisca Pires - Enquanto cresço até o sol pode ser pirata

12:30– Anna Subirana – El poder terapeutico de la voz


13:30 – Almoço

15:00 – Oficinas (Complexo de salas de Berço)

Diana Greenman - How about ‘Music in Hospitals’

Everton Dalmann - Educando através da Música

Giancarlo Aguiar – Laboratório - Atelier dos Elementos Arquetípicos

Francisco Borro - Elementos de composición en la clase cooperativa musical para distintas capacidades

Anna Subirana - Per-sona. La voz terapeutica"

17:30 – Encerramento no auditório SAMP



Línguas oficiais do Encontro: Português, Espanhol e Inglês.



OBJECTIVOS:



O EISA, Encontro Internacional Saúde com Arte, procura oferecer um espaço de reflexão e formação em torno do papel terapêutico que a Arte em geral, e a Música muito em particular, têm para o Ser Humano. Colocando a primeira infância e o ambiente hospitalar como eixos de intervenção prioritários, o encontro abre-se a outros públicos e contextos que resultam dos programas desenvolvidos pela SAMP, Sociedade Artística Musical dos Pousos. Deste modo, a terceira idade, a doença mental e a paralisia cerebral integram também a paleta de interesses do encontro. A edição de 2011 irá dedicar especial cuidado à Musicoterapia em contexto escolar.
DESTINATÁRIOS:

Inicialmente concebido para os profissionais SAMP envolvidos em programas de âmbito terapêutico, o EISA tem hoje como destinatários educadores e professores de ensino especial, enfermeiros, assistentes sociais, animadores sócio-culturais, músicos e outros artistas e profissionais com interesse no cruzamento entre a Arte e a Saúde. Igualmente se destina a estudantes de qualquer uma das áreas anteriores

INSCRIÇÕES:

As inscrições deverão ser realizadas no site SAMP, ou nos seus serviços administrativos, na Rua Coronel Pereira Pascoal, Pousos, 2410 - 234 Leiria

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Encuentro Internacional “Fernando Pessoa:Poeta y pensador”

“Fernando Pessoa:Poeta y pensador””


Encuentro internacional 8 de Octubre, Viernes

Departamento de Filosofía Mañana

Facultad de Filosofía y Letras 10.00 Presentación del Encuentro

Universidad de Valladolid 8 y 9 de Octubre de 2010 10:30-11:30 Nuno Ribeiro (Portugal) “« Viver não é preciso,

viajar é que é preciso» notas para a noção de viagem em Nietzsche e Pessoa”

11.30-12.30 Fabrizio Boscaglia (Italia) “Fernando Pessoa e a civilização Islâmica. Poesia e filosofia entre Arábia, Pérsia e Ibéria".

12.30-13.00 Pausa

13.00-14.00 Giancarlo de Aguiar (Brasil) “Trans-cosmogonia em Fernando Pessoa”

Tarde

16.00-17:30 Primera Sesión de Comunicaciones

17.30 Pausa

18.00-19.00 Daniel Duarte (Portugal) “O afazer literário e filosófico de Pessoa desde o ponto de vista da filosofia da cultura nietzschiana”

19.00-20.00 Antonio Cardiello (Italia) “Tradição como futuro do passado: a universalização da Saudade”

9 de Octubre, sábado

Mañana

10:30-11.30 Julia Alonso Diéguez (España)“Fernando Pessoa; Sujeto y complejidad”

11.30-12.30 Pablo Javier Pérez López (España) “Voluntad de Infancia en Fernando Pessoa”

12.30-13.00 Pausa

13.00-14.00 Paulo Borges (Portugal) “Sujeito e Alteridade em Fernando Pessoa e Jorge Luis Borges”

Tarde

16.00-17.30 Segunda Sesión de Comunicaciones

17:30-18:30 Pedro Martín Lago (España) “La dimensión filosófica (dialéctica) de la poética pessoana”

18.30 Cierre cultural del Encuentro

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Palestra: Psicologia e Arte Alquímica 26 de Agosto de 2010.

Psicologia e Arte Alquímica

Centro Natural Espiral -
Sala de Conferências - Quinta-Feira dia 26 de Agosto de 2010.


A sapiência da Ciência Hermética, que desde os primórdios foi desenvolvida por ritos de natureza mítica e arquetípica, nos tempos modernos ganhou ainda maior relevância e projecção com a psicologia analítica de Carl Gustav Jung. Este psicólogo evidenciou, com a prática clínica e o estudo das filosofias comparadas, profundos conteúdos inconscientes que ao serem devidamente integrados, favorecem o autoconhecimento e o desenvolvimento pessoal.

Outrora a Alquimia, assim como outras escolas de sageza iniciática, actualmente tornaram-se importantes objectos de estudo por parte das psicologias transpessoais. Neste sentido, a Arte-terapia, como expressão da “vivência interior” e com o recurso a mandalas e grafismos cromáticos, explora a complementaridade das polaridades mentais obtendo deste modo a melhor integração do arquétipo central da psique – o Selbst.

Nesta palestra serão abordados alguns tópicos técnicos deste tema, bem como um testemunho pessoal e profissional vivido na América Latina e na Europa no âmbito de um processo de psicologia-arte-alquimia, conducente à auto-revelação e à realização do Ser.

Local: Espiral - Praça Ilha do Faial, nº 14 (Jardim Cesário Verde, à Estefânia - Lisboa.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Arte-Terapia Transpessoal







Nível Inicial: Julho, Agosto e Setembro.


Sessão I: Data: 31de Julho de 2010 das 10:30 às 13:30 e das 14.30 às 18:30 hs.

Inscrições: Centro Natural Espiral – Praça Ilha do Faial, nº 14 (Jardim Cesário Verde, à Estefânia)
tel. 21-3553993

terça-feira, 29 de junho de 2010

AVATAR PELOS ELEMENTOS VITAIS

AVATAR PELOS ELEMENTOS VITAIS:


DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ? DA TECNOCIÊNCIA OU DO ELEMENTALCENTRISMO?

Por: Giancarlo de Aguiari

O filme Avatar, de James Cameron tirando e pondo de lado os exageros da acção com efeitos e de-feitos especiais hollywoodianos, que aliás vem de um país especialista em poluir a cognição humana com a agressividade de suas ondas cerebrais hiper-beta bloqueadoras que aceleram e agridem a natureza anímica humana. Desconsiderando isto, temos uma magnífica história que vai para além do mundano, buscando o Sagrado do simbólico e mitológico, pois a origem da palavra Avatar vem do sânscrito Avatãra (aquele que é descendente da divina e sagrada Natureza). O filme Avatar, de James Cameron nos traz para a actualidade a polémica posição de dois mundos, em dimensões paralelas, diria aqui, de dois caminhos, um que é representado pelo homo-techinologicos ou se quiserem chamar ainda pela categoria de homo-sapiens-demens habilitado a degenerar, matar e a destruir sem escrúpulos todas as formas de vida do planeta, avalisado pelo capitalismo selvagem e “abençoado” pelos fundamentalismos políticos-religiosos e com base da máxima condição do hiperconsumo que é o de extrair até o fim todos dos recursos do planeta para a construção e manutenção da realidade do concreto, da máquina financeira e da “realidade do metal”.

Qual caminho você irá seguir? De que lado você está? Existem condutas e vícios que nos levam para um extremo da imprudência humana, ou para outros caminhos… (a Normose – conhecida síndrome da normalidade). É a hora de saber para onde vamos. Para onde queremos ir? Para um contacto e harmonia com a natureza planetária, ou assistir a morte anima agere de muitos seres da grande unidade biótica planetária, e o fim último o extermínio da própria raça humana, “mutatis mutandis” é preciso ter prudência nesta transformação! É através da cor da água e do céu, ou ainda do reino vegetal, do latim anima retinete, de preservar e proteger a vida, que o celebrado filme Avatar ganha destaque com estes seres azuis, que certamente superam em muito o humano meramente humano, como já indagava o grande filósofo.

Por este outro caminho „mais ou menos azul‟, da falta do elemento água para a persona vegetal, na actual conjuntura da humanidade emergente está a nascer a geração de mutantes ou alquimistas - titãs do colapso que se avizinha, não se enganem os ingénuos críticos que tratam este filme somente pela óptica da ficção científica, ou com os olhos-óculos que nem mesmo com a visão em terceira dimensão - em 3d, não chegam a perceber com profundidade do que se fala, pois estes só vêem com o intelecto-racional do neo-córtex, diferente daquilo que é consentido por aqueles que possuem um sistema nervoso sensível, na sua terceira visão, no sentido profundo do termo da filosofia oriental, o chakra-ajna da intuição plena das múltiplas realidades, estas pessoas na coragem do sentimento, sim são capazes de encher os olhos d´água e com o estremecer da pleura da alma na grande Visão reveladora que está no arquétipo natural que representa o 'Avatar', até que enfim um filme, e quiçá virão outros…urge

que apareçam, não podendo deixar de fazer alusão ao Labirinto del Fauno de Guillhermo del Torro que retratou também um mito-rito para a actual conjuntura eco-planetária, caros leitores e espectadores não subestimem o poder do mito, parafraseando brevemente aqui Joseph Campbell.

Que venham os anjos nativos da mãe Terra! Pulsem os vossos corações para aqueles que não congelaram com a frieza do império mercadológico da actual sociedade belicista. Que nasçam os Místicos-Avatares que possam revelar novas visões para um novo mundo possível, nova realidade sim, menos racional e mais natural, mais cor menos corante, menos cifrão e com mais qualidade no coração, uma diminuição do intelectualismo para o encontro do sentimento intuitivo e sensitivo. Avatar a superação do homo-sapiens que na verdade se demonstrou ser um homo-demens para verdadeiramente e merecidamente dar a mãe Terra e fazer jus a sua bem amada morada o legítimo filho; Avatar, uma nova raça raiz? homo-elementum-naturalis?

terça-feira, 22 de junho de 2010

Arte-Terapia Transpessoal

Movimento, Som e Imagens com Cores na Integração do Ser

É no aprender a expressar através dos nossos símbolos arquetípicos do inconsciente, com elementos de cores e emoções que integramos o Ser. Esses conteúdos que emergem em nós, podemos expressá-los, reconhecê-los e transformá-los em nossa consciência como um todo no processo de arte-terapia cuja linguagem do auto-conhecimento é a paisagem da psique. Benefícios: Através do Atelier encontramos um novo conceito de qualidade de vida: O participante tem a possibilidade de transformar o stress e a tensão, trazendo a sensação de leveza, serenidade e bem-estar.

Data: 26 de Junho de 2010 das 10:30 às 13:30 e das 14.30 às 18:30 hs.

Contactos: tlm. 91 4942880 giancarlodeaguiar@gmail.com

www.ser-transpessoal.blogspot.com