terça-feira, 29 de junho de 2010

AVATAR PELOS ELEMENTOS VITAIS

AVATAR PELOS ELEMENTOS VITAIS:


DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ? DA TECNOCIÊNCIA OU DO ELEMENTALCENTRISMO?

Por: Giancarlo de Aguiari

O filme Avatar, de James Cameron tirando e pondo de lado os exageros da acção com efeitos e de-feitos especiais hollywoodianos, que aliás vem de um país especialista em poluir a cognição humana com a agressividade de suas ondas cerebrais hiper-beta bloqueadoras que aceleram e agridem a natureza anímica humana. Desconsiderando isto, temos uma magnífica história que vai para além do mundano, buscando o Sagrado do simbólico e mitológico, pois a origem da palavra Avatar vem do sânscrito Avatãra (aquele que é descendente da divina e sagrada Natureza). O filme Avatar, de James Cameron nos traz para a actualidade a polémica posição de dois mundos, em dimensões paralelas, diria aqui, de dois caminhos, um que é representado pelo homo-techinologicos ou se quiserem chamar ainda pela categoria de homo-sapiens-demens habilitado a degenerar, matar e a destruir sem escrúpulos todas as formas de vida do planeta, avalisado pelo capitalismo selvagem e “abençoado” pelos fundamentalismos políticos-religiosos e com base da máxima condição do hiperconsumo que é o de extrair até o fim todos dos recursos do planeta para a construção e manutenção da realidade do concreto, da máquina financeira e da “realidade do metal”.

Qual caminho você irá seguir? De que lado você está? Existem condutas e vícios que nos levam para um extremo da imprudência humana, ou para outros caminhos… (a Normose – conhecida síndrome da normalidade). É a hora de saber para onde vamos. Para onde queremos ir? Para um contacto e harmonia com a natureza planetária, ou assistir a morte anima agere de muitos seres da grande unidade biótica planetária, e o fim último o extermínio da própria raça humana, “mutatis mutandis” é preciso ter prudência nesta transformação! É através da cor da água e do céu, ou ainda do reino vegetal, do latim anima retinete, de preservar e proteger a vida, que o celebrado filme Avatar ganha destaque com estes seres azuis, que certamente superam em muito o humano meramente humano, como já indagava o grande filósofo.

Por este outro caminho „mais ou menos azul‟, da falta do elemento água para a persona vegetal, na actual conjuntura da humanidade emergente está a nascer a geração de mutantes ou alquimistas - titãs do colapso que se avizinha, não se enganem os ingénuos críticos que tratam este filme somente pela óptica da ficção científica, ou com os olhos-óculos que nem mesmo com a visão em terceira dimensão - em 3d, não chegam a perceber com profundidade do que se fala, pois estes só vêem com o intelecto-racional do neo-córtex, diferente daquilo que é consentido por aqueles que possuem um sistema nervoso sensível, na sua terceira visão, no sentido profundo do termo da filosofia oriental, o chakra-ajna da intuição plena das múltiplas realidades, estas pessoas na coragem do sentimento, sim são capazes de encher os olhos d´água e com o estremecer da pleura da alma na grande Visão reveladora que está no arquétipo natural que representa o 'Avatar', até que enfim um filme, e quiçá virão outros…urge

que apareçam, não podendo deixar de fazer alusão ao Labirinto del Fauno de Guillhermo del Torro que retratou também um mito-rito para a actual conjuntura eco-planetária, caros leitores e espectadores não subestimem o poder do mito, parafraseando brevemente aqui Joseph Campbell.

Que venham os anjos nativos da mãe Terra! Pulsem os vossos corações para aqueles que não congelaram com a frieza do império mercadológico da actual sociedade belicista. Que nasçam os Místicos-Avatares que possam revelar novas visões para um novo mundo possível, nova realidade sim, menos racional e mais natural, mais cor menos corante, menos cifrão e com mais qualidade no coração, uma diminuição do intelectualismo para o encontro do sentimento intuitivo e sensitivo. Avatar a superação do homo-sapiens que na verdade se demonstrou ser um homo-demens para verdadeiramente e merecidamente dar a mãe Terra e fazer jus a sua bem amada morada o legítimo filho; Avatar, uma nova raça raiz? homo-elementum-naturalis?

terça-feira, 22 de junho de 2010

Arte-Terapia Transpessoal

Movimento, Som e Imagens com Cores na Integração do Ser

É no aprender a expressar através dos nossos símbolos arquetípicos do inconsciente, com elementos de cores e emoções que integramos o Ser. Esses conteúdos que emergem em nós, podemos expressá-los, reconhecê-los e transformá-los em nossa consciência como um todo no processo de arte-terapia cuja linguagem do auto-conhecimento é a paisagem da psique. Benefícios: Através do Atelier encontramos um novo conceito de qualidade de vida: O participante tem a possibilidade de transformar o stress e a tensão, trazendo a sensação de leveza, serenidade e bem-estar.

Data: 26 de Junho de 2010 das 10:30 às 13:30 e das 14.30 às 18:30 hs.

Contactos: tlm. 91 4942880 giancarlodeaguiar@gmail.com

www.ser-transpessoal.blogspot.com